Hora certa

Pesquisa personalizada

sábado, julho 28, 2007

Colcha de crochet




Colcha de crochet(7) Confira o link

Apliques para guardanapos





Você que entende de croche?
Faça guardanapos com estes encantadores
modelinhos em crochet.

Motivos infantis






Borde você mesma


Link:
Agulha de Ouro: Lindos modelos para bordar ponto cruz, ponto reto e vagonite. Gráficos exclusivos para internautas, como este. Você ainda pode usar uma tabela de cores fazendo a conversão das linhas de uma marca por outras de cores semelhantes.

Sobremesas fáceis

SOBREMESA DE ABACAXI
1 abacaxi picado5 copos de águaAçúcar a vontadeCozinhar por 20 minutosRetirar do fogo e esfriar um poucoAcrescentar ao doce:2 pacotes de gelatina em pó sem sabor1 lata de creme de leite sem soroLevar à geladeira

SOBREMESA RÁPIDA
2 latas de creme de leite sem soro
6 colheres de chocolate em pó
1 pacote de suspiro esmagado
(Reservar alguns para decorar)
Misturar o chocolate em pó ao creme de leite
Juntar o suspiro
Pôr numa vasilha bonita e decorar com suspiros

SUSPIRO
6 claras em neve
300 gramas de açúcar
Misturar o açúcar às claras sem bater.
Aquecer em banho-maria.
Quando a água estiver começando a ferver, bater em batedeira.
Colocar o suspiro em saquinho plástico com um cantinho furado.
Pôr em assadeira untada e assar.
Fica bem sequinho

FLAN DE DAMASCO



150 g. de damascos secos
1 ½ xícaras de água fria
Deixar de molho por três horas e bater no liquidificador.
Acrescentar:
1 lata de leite condensado
1 lata de água
½ pacote de gelatina em pó sem sabor preparada conforme as instruções da embalagem.
Despejar em forma molhada e levar à geladeira

PANQUECA DOCE
Massa:
1 ½ xícaras de farinha de trigo
1 colher de café de sal
1 colher de sopa de óleo
3 ovos
2 xícaras de chá de leite
Bater os ingredientes no liquidificador
Fritar as panquecas
Recheio:
1 lata de leite condensado cozido por 40 minutos em panela de pressão
Deixar o doce esfriar bem. Acrescentar ao doce:
½ xícara de chá de passas embebidas em 2 colheres de sopa de rum.

PAVÊ DE BOLACHAS
1 lata de creme de leite
1/2 litro de leite de vaca
3 colheres de amido de milho
MODO DE FAZER:
Misturar o leite de vaca com a maisena.
Cozinhar, esfriar e acrescentar o creme de leite.
Montar o pavê com bolachas de coco.

segunda-feira, julho 23, 2007

Receitas de mocotó

CALDO DE MOCOTÓ

INGREDIENTES:

2 ou 3 mocotós picados
Cheiro verde
Alho
Sal
Tomates
Pimenta do reino
Pimentão
Cenoura
Batatinha
Mandioquinha salsa
Lingüiça calabresa defumada

MODO DE FAZER:
Na véspera, deixe os mocotós de molho umas duas horas. Ferva-os duas vezes, sem sal, jogando fora a água para tirar o cheiro. Na terceira água, cozinhe os mocotós por duas horas, (Se for na panela de pressão, cozinhe por uma hora). Retire do fogo. No dia seguinte, retire a gordura que ficou sobre a água. Pique os legumes, o cheiro verde, a lingüiça calabresa e faça um refogado num panelão. Adicione os mocotós picados, acrescente o caldo, sal e cozinhe de quatro a seis horas, até que o caldo fique bem grosso e os mocotós se desprendam dos ossos. Sirva o ensopado bem quente com pedaços de pão torrados com margarina.

NOTA: A água em que os mocotós foram cozidos poderá ser aproveitada para fazer a geléia de mocotó.

Receita do Oscar Botoni


GELÉIA DE MOCOTÓ - 1

1 mocotó grande (pé de boi)
Primeiramente ferva o mocoto em duas águas e jogue-as.
Na terceira água, ferva o mocotó em panela de pressão por duas horas
Passe o caldo por uma peneira.
Acrescente:
2 ½ quilos de açúcar
Cravo e canela a gosto
Ferva uns 15 minutos.
Retire do fogo, esfriar um pouco.
Bata em batedeira até obter uma massa parecida com massa de bolo.
Despeje numa vasilha forrada com plástico.
Corte quando endurecer.


GELÉIA DE MOCOTÓ -2

INGREDIENTES
1 mocotó picado

3 a 4 litros de água
8 claras em neve
½ copo de vinho
Erva-doce
Noz-moscada ralada
Cravo
Canela em pau
Caldo de um limão galego
Açúcar a gosto

MODO DE FAZER

Ferva o mocotó em duas águas. Na terceira água cozinhe o mocotó até se desfazer. Retire do fogo. No dia seguinte retire a gordura que fica por cima. Coe o caldo num tecido. Junte ao caldo o suco de limão e o vinho. Adoce a gosto. Acrescente as claras em neve. Misture bem. Leve ao fogo. Quando começar a ferver, adicione o restante dos ingredientes. Deixe ferver até ponto de geléia e coe novamente. Jogue em formas e leve para gelar.

Colaboração: Maria Aparecida Botoni

terça-feira, julho 17, 2007

Dieta saudável

PELA BOCA MORRE O PEIXE

A sabedoria popular garante que é pela boca que morre o peixe. No entanto, o peixe não é o único animal a morrer pela boca. É pela boca que morrem muitas pessoas; ou por não poderem comer bem, ou mais freqüentemente, por não saberem comer bem. De acordo com o Dr. José Eduardo Dutra de Oliveira são dez os “Mandamentos para uma dieta sadia”:

1- Coma diversos tipos de alimentos em, pelo menos, três refeições diárias.

1- Coma diversos tipos de alimentos em, pelo menos, três refeições diárias.

2- Use alimentos locais – como arroz, feijão, pão, leite – como base para as principais refeições.

3- Coma frutas e verduras da época junto com os alimentos básicos.

4- Use carnes, sal e açúcar em quantidades moderadas; as frituras podem ser inteiramente abolidas.

5- Utilize óleo vegetal no preparo da comida e evite gorduras animais.

6- Tome bastante água, preferencialmente fora das refeições.

7- Mantenha o peso por meio do controle da ingestão de alimentos e exercícios físicos.

8- Inclua muitas fibras nas refeições diárias e use peixe, pelo menos, uma vez em cada semana.

9- Coma devagar e mastigue bem.

10- Faça das refeições um encontro agradável.

Aparentemente, os Dez Mandamentos nada têm de revolucionário. Refletem apenas o bom senso. A sociedade moderna desaprendeu a comer. Em primeiro lugar porque as pessoas comem e bebem a toda hora. Depois, porque esqueceu a liturgia da mesa. Quase sempre as refeições são apressadas e tensas. E nos fins de semana, numa espécie de compensação, come-se em demasia.

Outro mandamento que merece ser considerado: faça das refeições um encontro agradável. A refeição não é hora de discussão, de reprimendas e tensões. Igualmente não é aconselhável comer vendo televisão. O melhor tempero da comida é uma conversa agradável...

Aldo Colombo

quarta-feira, julho 11, 2007

Bolsas em crochet




Sempre visito sites de artesanto.
Veja que lindas peças encontrei.
Você que gosta de usar suas próprias criações,
inspire-se nestes lindos modelos. Veja mais(3)

seleção de anedotas

CONVERSA DE DOIS CAÇADORES

Outro dia com um tiro matei oito perdizes e quatro coelhos.

Um cliente que estava no balcão pediu desculpa pela intromissão e disse:

Olhe, isso não é nada. Eu com um tiro já matei doze perdizes e nove coelhos. O outro retorquiu:

Então o senhor também é caçador?

Não senhor, eu também sou é mentiroso...



AULA DE PORTUGUÊS

Numa escola do interior, a professora pergunta a um aluno:
- Joãozinho, diga um verbo.
- Bicicreta.
- Não é bicicreta. É bicicleta. E bicicleta não é verbo.
A seguir, perguntou ao segundo aluno:
- Pedrinho, cite um verbo:
- Prástico.
- Nao é prástico. É plástico. E plástico não é verbo.
A professora, desesperada, perguntou ao terceiro aluno:
- Luisinho, fale um verbo:
- Hospedar.
- Muito bem! Agora fale uma frase com o verbo que você escolheu.
- Hospedar da bicicreta são de prástico


AVÔ E NETO

_ Está indo bem na escola? _ Pergunta o avô do menino.

_ Mais ou menos, tive nota dez em História e Geografia.

_ Dez em História e dez em Geografia?

_ Não senhor, nas duas matérias juntas.

_ Então cinco em História e cinco em Geografia?

_ Não, não. Um em História e zero em Geografia.



PESCARIA
A filha de 10 anos de Manoel volta com o rosto inchado da pescaria com o pai. Maria fica apavorada:

_ Minha filha, o que houve?

_ Foi um marimbondo, mamãe...

_ Ele te picou?

_ Não deu tempo... papai o matou com o remo primeiro!...



VIUVEZ

_ Eu me casei duas vezes e, ó, nunca mais.

_ Por quê?

_ Minha primeira mulher morreu depois de comer cogumelos envenenados. A segunda, de fratura no crânio.

_ No crânio? Mas o que aconteceu?

_ Não quis comer os cogumelos.

Barra de calça jeans

Todas as vezes que você compra uma calça jeans precisa pagar para diminuir o comprimento e a calça sempre volta muito comprida ou muito curta, ou ainda você paga caro e o serviço fica mal feito? A solução é você pôr a mão na massa, quer dizer, na calça: Corte a barra você mesma. É muito fácil. Conheça os truques. Siga as instruções e veja que resultado surpreendente. Você ainda pode ganhar dinheiro extra fazendo barras:

Vista a calça e marque a barra no lugar exato.

Se vai usá-la com salto, calce um sapato de salto para marcar a altura da barra.

Não deixe sobra. Vamos supor que você precisa diminuir 8 centímetros de barra.


Marque 8 centímetros com uma caneta.


Marque as barras com um sinal diferente para cada perna,
para depois emendar a barra sem problema.


Corte a perna da calça em cima do risco.

Corte um centímetro acima da barra.


Desmanche a costura da barra.


Recoloque a barra sem trocar as pernas.


Uma as barras à calça com alfinetes.


Costure as barras unindo as duas partes,

a uma distância de uns três milímetros da costura antiga

para deixar o lugar da costura antiga visível.


Vire as sobras para baixo.


Esconda as sobras de tecido.


Veja como não aparece o recorte


Veja que a emenda ficou bem perto do sinal da

costura antiga. Com linha para costurar jeans,

costure a barra em ponto grande pelo lado direito sobre

o sinal da costura antiga. Use agulha bem grossa.


Ninguém nota que a barra foi cortada,
sua calça jeans não fica curta ou comprida.
Fica na medida que você marcou e não perde o charme.

Veja também
http://barrafacil.page.tl/
Related Posts with Thumbnails