Hora certa

Pesquisa personalizada

quinta-feira, agosto 30, 2007

Papel Vegetal

Veja que lindas velas enfeitadas com papel vegetal.
Mude o motivo conforme a ocasião (casamento, Primeira comunhão, Natal, Páscoa, Bodas, aniversário) ou simplesmente decore sua casa. Acesse o link e veja outros modelos.
Outros links com papel vegetal







Favinhos


Aprenda a fazer favinhos, depois faça lindas almofadas e bolsas. O blog Arte de sucata ensina o passo-a-passo.

terça-feira, agosto 28, 2007

Bijuterias

Lindas bijuterias com miçangas e pérolas. Entre nos sites indicados e veja como fazê-las.






Beady Jewelry










Bead Jewelry










Beady Jewlry














Bead Jewelry







Bead Jewelry














Bead Studio












Bead Studio











Bead Studio








Jewery Marking






Ruby's Jewelry






Ruby's Jewelry












Ruby's Jewelry

Toalhinhas de crochet







Toalhinhas de crochê do Maggies Crochet que podem ser feitas coloridas ou não.


Questão de enfoque

Quando alguém age de certo modo, é mau. Quando é você, são os “nervos”.

Quando alguém é inflexível em sua atitude, é teimoso. Quando se trata de você, é firmeza.

Quando ele não gosta de seus amigos, é preconceituoso. Quando você não gosta dos dele, é simplesmente porque tem um critério justo sobre a natureza humana.

Quando alguém trata de ser complacente, é bajulador. Quando você o faz, demonstra tato.

Quando alguém demora para fazer as coisas, é terrivelmente lento. Quando você leva anos para fazer algo, é cauteloso.

Quando uma pessoa encontra defeitos, é negativa. Quando você o faz, mostra-se criterioso.

Anônimo

Bolo em duas versões

Muitos momentos que vivemos nunca são esquecidos. Ficam gravados em nossa memória e nos fazem chorar ou sorrir quando são engraçados. Penso que é caso da receita do “Bolo Cecília”. O nome do bolo é uma homenagem a minha cunhada, irmã mais velha de meu esposo.

Eu era casada há pouco tempo, não tinha muita experiência de forno e fogão, e meu marido sempre falava num bolo muito saboroso que sua irmã sabia fazer. Ela, a primogênita de quinze irmãos. Meu esposo, o caçula. Praticamente tinha ajudado a criar meu esposo. Como filha mais velha, enfrentou a cozinha desde cedo. Ele, como irmão caçula provara muitas guloseimas saborosas. Um dia, eis que ela chega de surpresa em nossa casa. Veio do Rio Grande do Sul. Abraços daqui, beijos de lá, conversas, tudo na maior animação. Foi uma visita inesquecível. Claro que meu esposo se recordou do bolo que ela sabia fazer. Não perdeu tempo: pediu que ela fizesse o bolo que eu ficasse junto anotando a receita e modo de fazer.

Foi o que fiz. Não perdi um só detalhe.

Depois que ela foi embora fiquei com a missão de fazer outra vez o bolo, desta vez, meu marido era o ajudante. Separei os ingredientes, peguei a receita e comecei uma leitura em voz alta:


BOLO DO QUASE
Quase 2 xícaras de açúcar
1 xícara quase cheia de margarina
Quase uma xícara de leite
Quase uma xícara de água
1 ovo e meio
Quase 2 xícaras de farinha
Quase 1 xícara de maisena
1 colher de sobremesa e mais um pouco de casca de laranja ralada
2 colherinhas de royal
Bater, deixando as claras e o royal para o final


Como o bolo não tinha medidas exatas, tivemos um pouco de dificuldade para preparar a receita. Foram dadas gostosas risadas, mas no final, não é que o bolo deu certo? Ficou muito saboroso.

Deste dia em diante, repeti receita diversas vezes, até que alguém me pediu a receita do bolo. Resultado, precisei mudar a forma de escrever. Ficou assim:


BOLO CECÍLIA
2 xícaras de açúcar
1 xícara rasa de margarina
¾ de xícara de leite
¼ de xícara de água
1 ovo
1 gema2 xícaras rasas de farinha
1 xícara rasa de maisena
1 colher de casca de laranja ralada
1 colher de royal
Bater, deixando as claras e o royal para o final


A partir desse dia eu também passei a usar essa receita, e deu tudo certo.


Related Posts with Thumbnails